Adiar os sonhos, nem pensar...

em 15 de setembro de 2015
Em algumas épocas da vida, seja por questões pessoais ou por questões politicas e econômicas (por exemplo situação atual do Brasil). 
Temos que ter o bom senso e a quietude mental de adiar um poucos nossos sonhos,  percebendo que as coisas não andam bem e nem conspiram ao nosso favor. 

Mas usar a criatividade, ter força de vontade e planejamento para contornar certas situações, torna o adiamento algo prazeroso e preparatório.

Vou compartilhar com vocês uma matéria que me chamou a atenção e no final do post explico por quê.

Minha visão

A minha admiração por pessoas mais velhas, vêm da infância. Eu sempre acompanhei minha avó em tudo e a presença de pessoas mais velhas foi inevitável. Isso nunca foi um problema, eu sempre me encantava e até hoje me encanto com as experiencias, as superações e o modo de ver a vida de algumas pessoas com idades avançadas.

Introdução

Visitando o blog A felicidade é o Caminho, li a inspiração de Tao Porchon-Lynch -  praticante de Yoga e dançarina. Seus 97 anos não intimidam seus passos e suas asanas.
Lições de vida apreciadas por Tao- Aprecia as pequenas alegrias do dia-a-dia;- Tem em mente que a palavra "adiar" é um erro. Começa a fazer algo pelos teus sonhos, hoje!;- Come sempre bem e devagar e, se possível, come fruta logo de manhã;- Respira fundo várias vezes ao dia;- Escolhe um tipo de exercício físico que te apaixone e pratica-o todos os dias, ou com a maior frequência possível.



Na integra:


Vidas inspiradoras: Tao Porchon-Lynch, paixão e prática de yoga aos 97 anos
Só há uns poucos dias conheci a história de Tao Porchon-Lynch e passei a admirá-la enquanto pessoa. O lema no seu site diz muito de si mesma: "There is nothing you cannot do" (não há nada que não possas fazer).

A verdade é que esta senhora de idade avançada (97 anos), não deixa que isso afecte os seus objectivos de vida. Todos os dias, faz algo pelos seus sonhos. A idade? Segundo ela, é um mero pormenor.

O yoga é a sua paixão, o seu propósito de vida, pelo que todos os dias se exercita. Dá ainda aulas de yoga, filma e partilha vídeos com exercícios, participa em workshops e conferências e ainda se dedica à dança (paixão que decidiu seguir aos 87 anos), entrando inclusive em competições. Entrou também para o livro de Recordes do Guiness como a mais velha professora de yoga do mundo.

Tudo começou há mais de 90 anos, quando numa praia viu um grupo de miúdos a praticar yoga. Ficou fascinada! Mas na altura era muito pequena e os pais disseram-lhe que aquele, era um desporto só para rapazes. Mas Tao ficou com imensa vontade de aprender mais sobre yoga e aos 8 anos (ajudada por um tio, amigo de Ghandi), começou a aprender e a praticar. Desde então, o yoga tem sido o propósito da sua vida.


Quais as lições de vida que Tao Porchon-Lynch, tem para nós? Coisas simples, mas que fazem muito sentido!
- Aprecia as pequenas alegrias do dia-a-dia;
- Tem em mente que a palavra "adiar" é um erro. Começa a fazer algo pelos teus sonhos, hoje!;
- Come sempre bem e devagar e, se possível, come fruta logo de manhã;
- Respira fundo várias vezes ao dia;
- Escolhe um tipo de exercício físico que te apaixone e pratica-o todos os dias, ou com a maior frequência possível.

Fonte: Blog manualdafelicidade.blogspot.com.br


Minha intenção


Compartilhei por quê:

  • Forçar um "acorda"
  • Parar de reclamar da vida, 
  • De achar que não dá mais tempo de realizar um sonho;
  • Bons exemplos são sempre uma injeção de animo e de coragem;
  • Nunca é tarde para começar.

#curticompartilhei com Fernanda Reali, acompanhem semanalmente essa e outras postagens interessantes e compartilhadas.

1 comentários:

Postar um comentário

Instagram

Google+ Followers